Caminhada quaresmal: a grande vocação ao amor de Deus

15/03/2017 às 11h57

A Igreja iniciou sua importante caminhada em direção à festa da Páscoa do Senhor. A Quaresma é um tempo especial que propõe ao povo de Deus o grande chamado: “Deixai-vos reconciliar com o Senhor” (2Cor 5,20b), para fazer a experiência do amor e da misericórdia do Pai.

Na Quarta-feira de Cinzas, é proclamado o tempo de conversão por excelência. O convite ao jejum, à penitência e à oração, propõe que esses não sejam gestos meramente externos, mas antes disso, sejam propostas concretas de mudança interior.

A caminhada quaresmal tem sua inspiração e fundamento na própria Palavra de Deus; a começar pela saída de Abraão para a terra prometida, perpassando a história do profeta Jonas, a caminhada do povo de Israel para a libertação do Egito, até o período de luta contra as tentações que Jesus experimentou.

Essas são apenas algumas referências bíblicas desse tempo de preparação e de renovação, experiência de um povo que viveu e sempre reviveu esse processo. Destacamos que tais eventos estão diretamente ligados ao núcleo da revelação: Deus, em seu infinito amor, vem ao nosso encontro, através de seu Filho Jesus para nos resgatar de todo mal.

Quando refletimos sobre a Quaresma e as atitudes de conversão que ela suscita diante do mistério pascal, podemos afirmar que Deus faz uma grande convocação ao seu povo. Essa se constitui num chamado, numa vocação: abraçar plenamente uma vida nova.

Jesus é quem dá novo sentido à nossa existência, por isso Ele nos convida a repensar sobre o amor e a misericórdia de Deus em nossa vida, em nossa história. Portanto, se queremos viver como filhos de Deus e abraçar a felicidade plena, devemos viver bem a quaresma.

Pe. Thiago José Gomes

Assessor do Serviço de Animação Vocacional da Arquidiocese de Mariana


Voltar

Confira também: